É o fim do mundo!! Assim dizem por ai. Engraçado que poderíamos dizer sim é o fim do mundo. Pais que ensinam seus filhos a matar outros, pais que abandonam seus filhos para trabalhar, filhos que agridem seus pais, mães que negam seus filhos, filhos que rejeitam seus pais e por ai vai. Saiu nos jornais do Brasil em alto e bom som, matéria do Jornal Nacional dessa semana: Subiu para 45% o numero de divórcios em comparação ao ano de 2011. Não era de se esperar outra coisa, em que a Sociedade Familiar é a mais negligenciada, atacada, a mais agredida em todos os sentidos da palavra. Novelas de sucesso, não tem uma família exemplar em sua estória, filme de sucesso também não tem e peças de teatro então nem se fala. Falar dos ataques em que a família esta no centro é muito fácil.

Nesse ano (2012) foi sem dúvida o ano preparado para a Família, iniciamos com a preparação do Encontro Mundial das Famílias com o Papa Bento XVI em Milão no final do mês de maio, com o tema: Família, Trabalho e Festa que chamava a atenção mundial para esse grande e nefasto dilema do mundo contemporâneo, o quanto você dedica de seu tempo para a Família? Para o convívio de seus filhos, de sua esposa, do seu marido. Quanto tempo você destina em sua agenda para Deus? Quanto tempo você dedica para agradecer a Deus por tudo que tem? Tenho feito três perguntas nas comunidades em que tenho visitado e tido a oportunidade de estar falando com eles a respeito da Pastoral Familiar:

1º – Você faz pelo menos uma oração diária?

2º – Você reza junto com sua esposa? Agradece a Deus por sua vida? Seu casamento? Dedica a Deus seu dia de Trabalho? O Trabalho de sua Esposa?

3º – Você reúne seus filhos para uma oração familiar? Quantas vezes por semana?

As respostas são desanimadoras e ao mesmo tempo as desculpas, ah as desculpas, são cada uma mais criativa que a outra. Mas eles não estão errados, infelizmente. Nós que estamos todos errados. Errados por não estimular esse reencontro com Deus em nosso lar. Nós que distanciamos Deus de nossa casa e depois vamos exigir dele milagres por conta de uma doença, acidente entre tantas outras coisas que pedimos a Deus diariamente.

No II Congresso das Famílias realizado no dia 18 de novembro, pelo Conselho da Pastoral da Família do Apostolado Brasileiro, cujo tema foi: Os Desafios da Família Imigrante, foi abordado a situação do casal no seu dia a dia, não sua convivência, seus problemas de relacionamento e os perigos que rondam nossos lares como a TV, Celulares, Computadores, Tablets entre outros. Também o problema dos dois “d”s que acompanham e dividem as famílias: Deus e dólar. Qual é o mais importante para você? Pense bem antes de responder.

Também no Congresso foi abordado um tema dos mais importantes nos dias de hoje que é a educação dos filhos. Como cuidar de seu filho, como dialogar com seu filho, como conviver com um filho adolescente nos dias de hoje. Sabemos que é muito difícil entender a cabeça de um jovem, suas ambições, suas ideias, seus projetos que em muito dos casos os pais não estão inseridos. Não por desejo, mas sim por não terem os pais presentes então o que querem e distanciar-se mais ainda.

Nesse item ainda temos que citar um numero crescente de jovens que vem se drogando, prostituindo, sem que os pais percebam e dentro de casa que é o mais preocupante. Jovens que tentam contra a própria vida, por não terem o apoio dos pais ou até mesmo dialogam entre si. A solidão               que envolve esses jovens ainda em formação para o mundo os levam a trágicas decisões. Vimos semana passada estarrecidos pela Tv um jovem de 20 anos entrar em uma escola e matar mais de 20 pessoas dentre elas 15 crianças com idades entre 5 e 7 anos e depois se matar. Já vimos esse filme por diversas vezes e o que fazemos?? Qual e o nosso papel na Sociedade em que vivemos? Com disse Pilatos ao entregar Jesus para ser crucificado: “Eu Lavo as minhas mãos”. Pergunto a vocês: Farão o mesmo??

O Conselho da Pastoral da Família do Apostolado Brasileiro ao longo desses anos tem se esforçado para provar que a Família é a pedra fundamental da Igreja, sem ela a Igreja não fica de pé. Temos encontrado resistências de todos os lados. As Pastorais cada vez menores, membros de Pastorais que mudam de religião, membros que desanimam com sua Pastoral com sua Comunidade. Excesso de eventos nas comunidades que afastam as famílias. Enfim muitos muros, mas não iremos diminuir nosso entusiasmo, pois estamos servindo a Deus e a Sua casa isso nos basta. Se a sua comunidade não tem a Pastoral da Família, entre em contato conosco. Envie um email para: pastoraldafamilia.abb@gmail.com que entraremos em contato para auxiliá-lo nessa iniciativa.

Como dizia o nosso querido e amado Beato João Paulo II: “Sêde, pois Famílias Domésticas, Evangelizadoras, Transformadoras da Igreja e da Sociedade. Família torna-te aquilo que és”.

José Antonio e Luciene

Coordenadores do Conselho da Pastoral da Familia AB

Share Button
Write a comment:

*

Your email address will not be published.

© 2014 Apostolado Brasileiro | Unindo Católicos Brasileiros na Grande Boston.
Siga-nos:                   

Facebook