Intercessão Profética

O que é, então, intercessão profética?

Há dois pedreiros em seu trabalho. Alguém se aproxima do primeiro pedreiro e pergunta sobre o que ele está fazendo. O pedreiro responde: “eu estou colocando um tijolo em cima do outro”. O visitante então repete a questão para o segundo pedreiro e ele diz: “Eu estou construindo uma Catedral”. O primeiro pedreiro não pôde dizer que o que ele estava fazendo inteirava o projeto de construção da Catedral. O segundo pedreiro tinha uma visão clara, enxergando sua contribuição em relação ao projeto inteiro. Ele sempre tinha em mente o projeto elaborado pelo arquiteto chefe da Catedral. O mesmo pode acontecer em nossa intercessão. Nós podemos continuar a fazer orações que não vão além da nossa cabeça ou além do quarto onde nós estamos. Nós podemos ser intercessores que podem ficar na escuridão em relação ao que o Senhor deseja realizar por meio da intercessão. Nós precisamos orar especificamente, em ordem, para receber respostas específicas. Nossa intercessão precisa ser intimamente ligada ao plano total de Deus para o mundo, para a Igreja e para o povo de Deus. Ser específico, nós precisamos ser proféticos em nossa intercessão.

Provérbios 29,18 diz que onde uma pessoa não tiver uma visão profética, “o povo se tornará desmoralizado” ou “perecerá”. Sem a visão profética o povo se afasta mesmo na oração. Eu descobri que os grupos de intercessão muitas vezes derivam sem rumo, sem saber o que devem orar e como orar. Nós podemos começar rezando de acordo com nosso próprio entendimento nos estágios iniciais da intercessão. Ao mesmo tempo, nós precisamos crescer no nível de profundidade da intercessão à medida com que progredimos. Isso é o que alguém, que cresceu na intercessão, partilha sobre a experiência inicial: “Eu realmente pensei que eu era um intercessor. Eu peguei meu caderno e comecei a escrever, muito sistematicamente, uma lista de coisas que eu queria que o Senhor me respondesse. Tinha a data do pedido, o que foi pedido, em seguida, outro espaço para a data em que o Senhor respondeu. Para mim, isso era intercessão. Eu não poderia estar mais errado. Eu era muito diligente na oração, muito mal orientado naquela diligência”.

O âmbito e a eficácia da oração ficam restritos quando é guiada por nosso próprio entendimento. A Fidelidade de Deus é uma condição necessária para que as orações sejam respondidas. “Pedis e não recebeis, porque pedis mal…” (Tg 4,3). A atitude do intercessor deve ser, “Eis-me aqui Senhor… como eu amo fazer sua vontade, meu Deus” (Sl 39,8-9). Então, muitas pessoas pensam que a intercessão leva uma lista de pedidos para que o Senhor responda. Na intercessão, nós precisamos manter nossos olhos fixos no que está movendo no coração de Deus. “O Senhor Deus não faz nada sem revelar seus segredos para seus servos, os profetas” (Am 3,7). De fato, toda vez que uma situação justifica o surgimento de uma oração, o Senhor procura por companheiros: “Tenho procurado entre eles por alguém que possa construir um muro ou se coloque na brecha antes de mim para manter longe a destruição da terra” (Ez 22,30). O intercessor torna-se o assessor de confiança, o tenente de Deus.

Nós geralmente pensamos que um profeta é o único que fala para o povo em nome de Deus. Mas, na concepção bíblica o profeta é mais amplo. A primeira ação de Abraão não estava ligada ao “profetismo”, mas ele intercedia pelas pessoas de Sodoma e Gomorra, sob o julgamento de Deus, antes que o Senhor falasse a ele (Gn 18,16-33). Isso mostra que um papel muito importante do Profeta é interceder para as pessoas.

Intercessão identifica com as necessidades e os encargos do povo, enquanto intercessão profética identifica com os encargos do Senhor. Intercessão Profética não vai ao Senhor com uma lista de oração, mas vai ao Senhor para obter uma lista de oração. Na intercessão profética nós nos tornamos como o cinzel. Por si mesmo o cinzel não pode fazer nada, mas quando o escultor o pega e o usa na esquerda e direita, dando a direção certa, o cinzel é capaz de trazer para fora a obra-prima. Então, essa é a profecia em nossos joelhos!

A intercessão profética pode ser feita em grupo ou individualmente – é uma maneira de rezar aberta ao Espirito Santo de Deus e a sua ação. Por isso se inicia, sempre, invocando o doador de toda luz e graça. Quando e em grupo pode-se dar as mãos e tanto individualmente ou em grupo a oração em línguas, se assim o espírito inspirar. Segue abaixo os seis passos para fazer da intercessão profética.

Seis Passos da Intercessão Profética

Primeiro passo: Esvaziar-se e colocar-se a disposição do Senhor.

“Pois meus pensamentos não são os vossos, e vosso modo de agir não é o meu, diz o Senhor; mas tanto quanto o céu domina a terra, tanto é superior à vossa a minha conduta e meus pensamentos ultrapassam os vossos.”  (Is 55, 8-9)

“Bem conheço os desígnios que mantenho para convosco – oráculo do Senhor -, desígnios de prosperidade e não de calamidade, de vos garantir um futuro e uma esperança.” (Jr 29,11)

Na intercessão, nós somos “como barro nas mãos do oleiro, para ser moldados de acordo com seu prazer, assim somos nós nas mãos do criador, nossa função ser designada por ele. ” Cf. Jr, 18,6; Eclo 33,13)

Por isso primeiro precisamos libertar nossos pensamentos, ansiedade, e realmente esvaziar nosso EU de forma que possamos estar disponíveis ao Espírito Santo para que nos inspire orações de acordo com a vontade de Deus.

Segundo passo: Buscar o plano de Deus: Por quem rezar?

“A confiança que depositamos nele é esta: em tudo quanto lhe pedirmos, se for conforme à sua vontade, ele nos atenderá. E se sabemos que ele nos atende em tudo quanto lhe pedirmos, sabemos daí que já recebemos o que pedimos.” (1Jo 5,14-15)

É como um comandante mostrando um mapa militar, com estratégia especifica, para atingir um algo. Para isso precisamos emprestar nossos “olhos” e “ouvidos” a Ele.

“Não são carnais as armas com que lutamos. São poderosas, em Deus, capazes de arrasar fortificações.” (2 Cor 10,4)

Terceiro passo: Conhecer a estratégia de Deus: Como rezar?

“Conduzi-me pelas sendas da justiça, por causa de meus inimigos; aplainai, para mim, vosso caminho.” (Sl 5,9)

“Finalmente, irmãos, fortalecei-vos no Senhor, pelo seu soberano poder.” (Ef, 6,10)

Na intercessão, nossa força, sempre vem do Senhor.

Em Josué 6, 1-20: intercessão e queda do muro de Jericó aconteceu a Jericó (1) Eles ouviram (2) Deus deu-lhes uma estratégia (3) Quando eles obedeceram o cerco de Jericó caiu (4) eles marcharam e reivindicaram a vitória. (Josué 5, 13-6)

A oração do cerco de Jericó é uma oração que pode ser feita individualmente, em grupo ou comunidade, rezar contra algo que está para acontecer, ou pedir a Deus proteção contra algo ou para que Deus mude algo.

Quarto passo: Intercessão prática como dirige o Espírito.

Exemplo de uma cidade da Argentina – Córdoba – que tinha orgulho de si mesma pois tudo era muito bom – tudo o que plantavam sempre era abundante a colheita e a cidade era próspera, mas seus moradores também se encheram de orgulho – começou a aparecer o espirito de orgulho demasiado, alcoolismo, luxuria, prostituição, revolta, drogas, morte.

“se meu povo, sobre o qual foi invocado o meu nome, se humilhar, se procurar minha face para orar, se renunciar ao seu mau procedimento, escutarei do alto dos céus e sanarei sua terra.” II Crônicas, 7, 14

Quinto passo: Ouvir o espírito e proclamar sua palavra – mensagem

“assim acontece à palavra que minha boca profere: não volta sem ter produzido seu efeito, sem ter executado minha vontade e cumprido sua missão.” Isaías, 55,11

Sexto passo: Agradecer a Deus por responder nossa oração.

Nossa oração sempre tem uma resposta: SIM, NÃO OU ESPERE.

“Antes mesmo que me chamem, eu lhes responderei; estarão ainda falando e já serão atendidos.” Isaías, 65, 24

O que acontece na intercessão profética?

O intercessor decide as manchetes do jornal de amanhã. Ele ou ela reescreve a história de uma nação.

Fala-se que em 2030 a China se tornará o maior país cristão, com 1,3 bilhão de habitantes.

Leiam os sinais dos tempos (Cf. Lucas 12,56)

Quero encorajar você:

Seja um intercessor profético, intercessor como Deus é.

Vou fazer grandes coisas em seu meio.

Todos vocês são chamados a serem intercessores proféticos.

Muitas vezes encontramos respostas imediatas

Ezequiel 37, 1-14 –

O que acontece no ministério de Ezequiel quando ele aceita profetizar – o mesmo poderá acontecer a nós na nossa intercessão profética.  O vale de ossos ressequidos se transforma em um exército de pessoas de Deus.

Outras vezes leva tempo para que a intercessão profética se cumpra ou realize.

Cyril John

Vice-presidente ICCRS

Presidente da Comissão de Intercessão ICCRS

Write a comment:

*

Your email address will not be published.

© 2014 Apostolado Brasileiro | Unindo Católicos Brasileiros na Grande Boston.
Siga-nos:                   

Facebook