Maria é o Sacramento do Emmanuel (4º. Domingo do Advento – 2016)

dream-of-josephPe. Volmar Scaravelli, c.s.

“Peça ao Senhor teu Deus que te faça ver um sinal quer provenha da profundeza da terra, quer provenha das alturas dos céus” disse Isaías a Acaz na primeira leitura deste domingo.

Sacramento é um sinal visível e sagrado da presença do amor de Deus. Nós não vemos o amor, não vemos a Deus mas vemos sinais do amor e de Deus. O salmista reza que é tonta a pessoa que não consegue ver na natureza um sinal de Deus. A natureza é o um sacramento de Deus. Diríamos hoje que é “re-tonto” aquele que acredita que o universo é o resultado do Big Bang, acreditar que  de uma explosão imperfeita pudesse surgir algo quase que perfeito como é o universo.

Jesus é o sacramento do Pai: “Felipe, quem vê a mim, vê o Pai”. Maria é o sinal anunciado pelos profetas; é o sacramento do Emanuel. “O Senhor vos dará um sinal: eis que uma Virgem conceberá e dará à luz um filho e lhe porá o nome de Emanuel”.

No primeiro domingo de Advento a liturgia nos sugeria que a vida é uma peregrinação – devemos ser mais peregrinos que viajantes – movidos por uma espiritualidade sabemos para onde vamos; no segundo domingo falávamos da esperança cristã – nessa peregrinação e nesse mundo desesperançado, como explicar a nossa esperança cristã? – E domingo passado refletíamos sobre a alegria cristã, e dizíamos que é possível apesar das vicissitudes da vida sentir regozijo e levar um sorriso nos lábios se vivermos no amor e soubermos que Deus nos ama.

O centro da celebração deste quarto domingo é justamente a figura de Maria e de José que são   sinais da presença de Deus: Maria é  sacramento de Deus. Ela é sinal do amor de Deus. “Eis que uma Virgem dará à luz um Filho e seu nome será Emmanuel” diz o profeta Isaías a Ahaz na primeira leitura quando lhe pede um sinal.

Algumas pessoas se perguntam por que damos tanta atenção a Maria. Um dia um senhor evangélico disse ao católico: “Não entendo porque vocês os católicos falam tanto de Maria. Não vejo nenhuma diferença entre ela e minha mãe”. O Católico respondeu: “Não sei se há muita diferença entre Maria e tua mãe. Porém, sei muito bem que há uma grande diferença entre os dois filhos”.

A importância de Maria é por ser a Mãe de Jesus. Ele é o nosso salvador. Jesus significa: aquele que salva seu povo, como diz o evangelho de hoje. Maria carregou Jesus por nove meses em seu ventre, logo o amamentou e o cuidou fazendo o que toda mãe faz pelo seu filhinho. E soube conduzi-lo e guiá-lo para Deus.

Maria foi um sinal. José teve um sinal durante o sonho. Todos precisamos de sinais e de ser sinais. Mais tarde o povo pedirá a Jesus um sinal: “Que sinal nos dá para que acreditemos em ti”? O sinal torna mais visível o que cremos.

Hoje nos chama a atenção para o sinal do advento acendendo a 4ª. vela. Isso significa que o Natal está próximo. Há muitos sinais da festa de natal, basta olhar ao redor. A pergunte que nos cabe é: Quais são os sinais da proximidade de Deus? Quais são os sinais do natal de Jesus?

Neste final de ano, não enfoque a celebração do natal somente na comida, nos presentes ou na festa; abra o teu coração, seja tu um sinal para que as pessoas ao teu redor vivam e celebrem um Natal mais cristão.

E que o Luz do Deus feito Homem venha a iluminar a tua mente e o teu coração enchendo-o de gozo e Paz

Write a comment:

*

Your email address will not be published.

© 2014 Apostolado Brasileiro | Unindo Católicos Brasileiros na Grande Boston.
Siga-nos:                   

Facebook