Quanto custa a chave da porta estreita?

 

cruz2Pe V. Scaravelli, c.s.

 

Os últimos tres domingos do tempo comum formam uma trilogia. Dois domingos atrás, Jesus nos dizia que para entrar no Reino de Deus devemos passar  pela porta estreita porque o caminho fácil e espaçoso nos conduz ao inferno. Domingo passado Ele nos indicava que a chave da porta estreita é a humildade. “O que se exalta será humilhado e o que se humilha será exaltado”.  Neste domingo Jesus nos diz quanto custa essa chave. “Qualquer um de vós, se não renunciar a tudo o que tem, não pode ser meu discípulo”.

Não deveria surpreender-nos que a chave do Reino do céu tenha um preço. Jesus nos ensina a calcular os gastos. Se alguém quiser construir uma torre, deve estar seguro que os recursos que possui serão suficientes para terminá-la. Ou se um rei quiser fazer uma guerra contra outro país, antes deve fazer os cálculos para saber se tem suficientes armas, munições e soldados.

 Se você for comprar uma casa ou um carro, faça as contas para ver se irá conseguir arcar com as mensalidades. Se você quiser ser um discípulos de Jesus – a porta que conduz ao Pai – deve saber o preço. Quanto custa? Tudo. E para entregar tudo devemos estar preparados.

Muita gente entregou tudo pelo Reino de Jesus. Milhões e bilhões de pessoas entregram a vida por Jesus. A proposta de Jesus não é conversa de políticos; falar por falar, para fazer campanha. Jesus fez a proposta e muita gente o seguiu. Ele nunca enganou ninguém. Nunca mentiu. Não disse que o caminho era fácil e espaçoso. Ele falou: “entrai pela porta estreita”. “Quem quiser ser primeiro seja o servidor de todos”. E no evangelho de hoje  completa: “Se alguém vem a mim mas não se desapega de seu pai, da sua mãe,  mulher,  fihos, irmãos e até da sua própria vida, não pode ser meu disicípulo”.

Um belo exemplo é o jovem de Assis. Filho de pai rico, tinha uma linda voz para cantar, muitos amigos, gostava de festa, e as mulheres o adoravam. Esperava fazer carreira militar. Um dia adoeceu e em estado de delírio teve um sonho. Ele via a morte  aproximar-se com tesouras nas mãos. Enquanto as tesouras se aproximavam ele implorou por  uns anos mais de vida. A morte riu-se dele, então ele pediu um mês de vida, uma semana,  um dia, uma hora. E quando a morte o ia agarrar, ele acordou. A partir desse momento tomou consciencia de que tudo aquilo que ele procurava tinha pouco valor e decidiu comprar algo de muito valor, que fosse eterno. Seu nome é São Francisco de Assis.

E observem a coioncidência: no dia 5 de Setembro de 1997 a Beata Madre Teresa de Calcuta morreu ou nasceu para o Reino de Deus. Hoje dia 4 de Setembro ela é canonizada. A Santa dos pobres é um exemplo recente de alguém que soube quanto custa a chave do Reino de Jesus: entregou tudo por amor aos pobres , tudo por Jesus.

Mas a pobreza não está somente no faminto, nos sem-tetos, senão também nas pessoas que estão ao nosso lado, às vezes mal cuidadas, mal compreendidas e mal amadas. Comecemos por casa, pela nossa comunidade, desfazendo-nos de tudo o que é egoísmo,  para comprar a chave do Reino dos céus. E aqui não estamos falando para dar dinheiro nem para o padre e nem para o pastor para “comprar um terreno no céu”. Mas desfazer-se do egoísmo e cuidar melhor das pessoas que Deus colocou ao nosso lado para comprar a chave do Banquete do Reino.

Convido todos  rezar a oração do jovem Francisco de Assis que entregou tudo pelo Reino.

Senhor, fazei de mim um instrumento da vossa Paz. Onde houver ódio, que eu leve o Amor. Onde houver ofensas, que eu leve o Perdão. Onde houver discórdia, que eu leve a União. Onde houver dúvida, que eu leve a Fé. Onde houver erro, que eu leve a Verdade.  Onde houver desespero que leve a Esperança. Onde houver tristeza, que eu leve a Alegria. Onde houver trevas, que eu leve a Luz.

Ó Mestre, que eu não procure tanto ser consolado como consolar. Ser compreendido como compreender. Ser amado como amar. Porque é dando que se recebe. É perdoando que se é perdoado. É morrendo que se vive para a Vida Eterna. Amém.

Share Button
Write a comment:

*

Your email address will not be published.

© 2014 Apostolado Brasileiro | Unindo Católicos Brasileiros na Grande Boston.
Siga-nos:                   

Facebook